Cade aprova operação entre Vigor e Itambé

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, contrato entre a Vigor e a Itambé Alimentos. Com a operação, a Vigor será titular de ações representativas de 50% do capital social e votante da Itambé.

LUCI RIBEIRO, Agencia Estado

27 de maio de 2013 | 11h13

A Vigor, que é controlada pela FB Participações (controlada pela J&F Investimentos), atua na área de laticínios, produzindo iogurte, chantilly, leite UHT, cream cheese, margarina, petit suisse. A Itambé é controlada pela CCPR, que tem 99,99% do capital da empresa. O restante do capital da Itambé é detido por pessoas físicas. A empresa também atua na área de laticínios, produzindo iogurte, creme de leite, leite condensado, leite em pó, leite UHT.

O despacho aprovando a operação entre Vigor e Itambé é assinado pelo superintendente-geral substituto do Cade, Diogo Thomson de Andrade, e está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 27.

Tudo o que sabemos sobre:
VigorItambéCade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.