Cade aprova venda de 30% da Ecovix para japonesas

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu aval para que um grupo de cinco empresas japonesas adquira 30% da brasileira Ecovix-Engevis Construções Oceânicas. As compradoras são Mitsubishi Heavy Industries, Mitsubishi Corporation, Imabari Shipbuilding, Namura Shipbuilding e Oshima Shipbuilding, todas com longa tradição na indústria de construção naval. O negócio é da ordem de 30 bilhões de ienes ou US$ 300 milhões.

LUCI RIBEIRO, Agencia Estado

27 de novembro de 2013 | 08h26

A Ecovix atua na construção de embarcações marítimas para exploração de petróleo offshore por intermédio do Estaleiro Rio Grande (RS). Hoje, a empresa tem encomendas para oito cascos de plataformas flutuantes (FPSOs) para a Petrobras e três navios-sondas para a Sete Brasil. A parceria com as japonesas prevê a produção de embarcações de perfuração com alto valor agregado com a expectativa de aproveitar as recentes descobertas de campos de petróleo e gás na costa brasileira. A aprovação da operação está em despacho da Superintendência-Geral do Cade publicado nesta quarta-feira, 27, no Diário Oficial da União (DOU).

Tudo o que sabemos sobre:
CadeEcovixvenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.