Cade autoriza operação entre Microsoft e Nokia

A Microsoft recebeu aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para adquirir os negócios de telefonia móvel da finlandesa Nokia. Anunciada em setembro, a transação foi estimada em US$ 7,17 bilhões. O negócio inclui aquisição de unidade de aparelhos e serviços - telefones celulares e dispositivos smart -, equipe de design e patentes registradas pela Nokia.

LUCI RIBEIRO, Agencia Estado

29 de novembro de 2013 | 09h53

Ainda como parte da operação, a Nokia também outorgará à Microsoft uma licença não exclusiva de dez anos para suas patentes, sendo possível a opção de estendê-la perpetuamente. A Microsoft outorgará à Nokia uma licença recíproca relacionada aos serviços da Here, que desenvolve produtos e serviços com base em localização para os consumidores, e serviços de conteúdo e plataforma para fabricantes de dispositivos e de automóveis, desenvolvedores de aplicativos, provedores de serviços de internet, comerciantes e publicitários.

A aprovação do negócio entre Microsoft e Nokia está em despacho da Superintendência-Geral do Cade publicado na edição desta sexta-feira, 29, do Diário Oficial da União (DOU).

Tudo o que sabemos sobre:
MicrosoftNokiaCade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.