Estadão
Estadão

Cade solicita mais informações sobre fusão da BM&FBovespa com Cetip

Superintendência-Geral não ampliou, no entanto, o prazo de 240 dias para a análise das informações

Gabriela Mello, O Estado de S.Paulo

13 de outubro de 2016 | 22h59

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) publicou nesta quinta-feira, 13, despacho em que considera complexo o Ato de Concentração envolvendo a operação de combinação de negócios entre BM&FBovespa e Cetip, informou a Bolsa em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

De acordo com o documento, o despacho determina que o Departamento de Estudos Econômicos do Cade analise as eficiências decorrentes da operação, bem como requer informações adicionais sobre as condições de entrada nos mercados e as regras de governança da companhia resultante.

Ainda segundo o fato relevante, a superintendência do Cade entende que não seja necessário, contudo, estender o prazo de 240 dias para análise do caso. "A BM&FBovespa seguirá colaborando com o Cade com vistas a obter a aprovação da operação de combinação de seus negócios com os da Cetip no menor prazo possível", ressaltou a Bolsa.

A requisição de análise do ato de concentração decorrente da combinação entre BM&FBovespa e Cetip foi protocolada no Cade em 28 de junho de 2016.

Acionistas aprovaram em maio a compra da Cetip pela BM&FBovespa, em um dos últimos passos para a criação de uma plataforma integrada de estrutura de mercado operada por uma empresa avaliada em cerca de R$ 40 bilhões.

A conclusão da compra da Cetip, que foi anunciada em abril e calculada pelos compradores em cerca de R$ 12 bilhões, agora depende apenas de aval de órgãos reguladores. /COM REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.