Divulgação
Divulgação

Cadeiras de bebê defeituosas terão recall por risco de falha em acidente

Fabricante Galzerano afirma que não há registro de acidentes, mas que há risco de que as cadeirinhas falhem em caso de colisão do veículo

Luiz Fernando Toledo, especial para o 'Estado'

14 de novembro de 2013 | 18h04

SÃO PAULO - A Galzerano, fabricante de produtos infantis de Limeira, anunciou nesta quinta-feira, 14, o recall (recolha do produto) de 60 cadeirinhas para transporte de bebê em veículos.

Os equipamentos, do modelo Orion Master, podem apresentar falha caso haja colisão do veículo, segundo informou a empresa. "Mesmo não havendo qualquer notificação de acidente, recomendamos suspender o uso da cadeira", informou a Galzerano.

O produto foi distribuído em todo o País desta forma: 47 delas no Estado de São Paulo, 2 em Goiás, 4 no Paraná, 3 em Rondônia, 1 no Rio Grande do Sul, 1 na Bahia, 1 no Pará e 1 em Minas Gerais.

Para verificar se o modelo está com defeito, a Galzerano orienta que seus clientes chequem o número do lote em uma etiqueta localizada no lado esquerdo interno da base da cadeira. Os equipamentos defeituosos são da cor Rainbow, lote nº 435128. À frente da base, pode-se também constatar o problema nos números de série de 001.222.259 a 001.222.318, que estão no selo de certificação do Inmetro. As cadeirinhas foram fabricadas em junho de 2010.

Para solicitar a troca ou pedir informações, os consumidores devem entrar em contato pelo telefone 0800 773 0330, por e-mail (sac@galzerano.com.br) ou pelo site da fabricante, www.galzerano.com.br. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h45.

Direitos. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) determina que a empresa deve anunciar qualquer defeito de fabricação de seus produtos às autoridades e aos consumidores. Quem sofrer qualquer tipo de acidente causado pelo defeito apontado pode solicitar, por meio da Justiça, reparação por danos morais e patrimoniais.

Se houver qualquer dificuldade para efetuar a troca, o consumidor deve entrar em contato com o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), pelo telefone 151 (capital) ou 0800-772-3633, para agendar visita em uma das unidades do Poupatempo. Outras informações: www.procon.sp.gov.br.

Relembre. Em julho deste ano, as marcas Burigotto e Chicco anunciaram recall de 12,9 mil cadeirinhas infantis. Os equipamentos apresentavam problemas no fecho de segurança, com riscos de lesões graves para as crianças e demais passageiros.

Tudo o que sabemos sobre:
recall

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.