Café: CMN autoriza prorrogação de dívidas por 60 dias

Brasília, 16 - O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje a prorrogação por um prazo de 60 dias das dívidas de custeio dos cafeicultores relativas às safras 2002/03 e 2003/04. Estas dívidas venceriam até 30 de novembro deste ano e foram prorrogadas para 31 de janeiro de 2005. O assessor para assuntos agrícolas do Ministério da Fazenda, Gerardo Fonteles, estimou que estas dívidas somem R$ 130 milhões. De acordo com ele, O Ministério da Agricultura pedia a prorrogação destas dívidas por três meses, mas os conselheiros autorizaram o adiamento por apenas 60 dias. O CMN também autorizou a ampliação do período de contratação de financiamentos para custeio da safra de café 2004/05. O período de contratação vai agora até 28 de fevereiro de 2005. O prazo original previa contratação até final de novembro.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2004 | 10h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.