Café: CMN não analisa voto sobre prorrogação de dívida

Brasília, 26 - O Conselho Monetário Nacional não analisou na sua reunião de hoje voto proposto pelo Ministério de Agricultura para a prorrogação por 90 dias de dívidas de custeio e colheita de safras anteriores de café. De acordo com o assessor especial para assuntos agrícolas do Ministério da Fazenda, Gerardo Fontelles, esse voto foi encaminhado hoje ao Conselho e não houve tempo hábil para uma análise que permitisse a prorrogação. Ele não soube dizer se o assunto será avaliado numa reunião extraordinária do Conselho, como pede o Ministério da Agricultura. (segue)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.