Café: OIC informa que exportação mundial reduz 1,6% em julho

São Paulo, 31 - A exportação mundial de café teve queda de 1,66% em julho, em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram embarcadas 7.171.180 sacas de 60 kg, ante 7.292.427 sacas, conforme levantamento divulgado hoje pela Organização Internacional do Café (OIC). No período dos últimos 12 meses (agosto/03 a julho/04), o resultado é de queda de 2,26% nas exportações globais, ante período anterior (agosto/02 a julho/03): de 89.545.360 sacas para 87.520.256 sacas. Em julho, conforme a OIC, a exportação de cafés "suaves colombianos" reduziu 10,26%, de 999.141 sacas em 2003 para 896.587 sacas este ano. O embarque de cafés "outros suaves" ficou praticamente estável com leve queda de 0,27% no mês, de 1.977.467 sacas para 1.972.038 sacas, enquanto as vendas externas de "naturais brasileiros" subiram 14,1%, de 1.740.417 sacas para 1.985.930 sacas. Quanto à exportação mundial de café robusta em julho, os dados da OIC mostram que houve queda de 10,05%, de 2.575.402 sacas para 2.316.625 sacas. Na análise por países, a OIC mostra que o Brasil, principal exportador mundial, embarcou 9,44% a mais em julho, de 1.794.208 sacas para 1.963.538 sacas. O Vietnã, principal exportador de café robusta, registrou no mês recuo de 0,48% nos embarques (de 938.330 sacas para 933.822 sacas). A Colômbia reduziu as exportações em 8,95% ante mesmo mês do ano passado, de 908.760 sacas para 827.389 sacas. (Tomas Okuda)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.