Café: projeto genoma será prioridade da Embrapa, diz novo gerente

Brasília, 8 - O gerente geral da Embrapa Café, Gabriel Bartholo, disse hoje que a prioridade da unidade será dar continuidade às pesquisas relacionadas ao Projeto do Genoma do Café, banco de dados com as principais características das plantas cafeeiras. Anunciado em agosto, o projeto é iniciativa do Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café, coordenado pela Embrapa Café em parceria com a Fapesp e a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. Os pesquisadores brasileiros saíram na frente dos Estados Unidos e Colômbia e concluíram primeiro o seqüenciamento. Uma vez identificados esses genes, o próximo passo é desenvolver pesquisas para melhorar geneticamente as variedades. Em cerimônia realizada na manhã de hoje em Brasília, Bartholo tomou posse como gerente geral da unidade e também como coordenador do consórcio. Ele ocupará o lugar do pesquisador Antônio Nassif, que continua na Embrapa Café, mas com outras funções. Bartholo ocupará o cargo por dois anos, renovável por mais dois anos. Ele e o diretor-presidente da Embrapa, Clayton Campanhola, enfatizaram a importância da bancada do agronegócio café. O deputado Carlos Melles (PFL-MG) participou da cerimônia. Outro deputado ligado ao setor, Silas Brasileiro (PMDB-MG), está em Belo Horizonte e não compareceu à posse. Representantes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Ministério da Agricultura estiveram presentes ao evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.