Café: sede da OIC pode mudar de Londres para Madri em 2006

Londres, 22 - Os países membros da Organização Internacional do Café (OIC) estão discutindo a possibilidade de transferir a sede da entidade de Londres para Madri em 2006 como uma forma de diminuir os custos. O assunto está sendo debatido nesta semana durante a reunião semestral da OIC que está ocorrendo na capital britânica e uma decisão final poderá ser anunciada até janeiro próximo. O governo espanhol fez uma oferta para ser a sede do organismo multilateral. Representantes do governo brasileiro afirmam que "vêem com bons olhos" a proposta. "O motivo é simples: o custo vai ser reduzido", disse o diretor do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Piragibe Tarragô. Segundo ele, a transferência para Madri geraria uma economia de pelo menos 200 mil libras esterlinas (cerca de R$ 1,4 milhão) nos gastos anuais da OIC, principalmente nas despesas com pessoal. "Há uma tendência de que a mudança seja aprovada", disse o diplomata. A OIC é uma organização intergovernamental criada em 1963 sob os auspícios das Nações Unidas e reúne 73 países produtores e consumidores. Sua sede ocupa um prédio nas proximidades da Oxford Street, no centro de Londres. O Brasil, maior produtor mundial de café, tem um peso político muito grande dentro da entidade.

Agencia Estado,

22 de setembro de 2004 | 16h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.