Café/Cenário: Nova York fecha em leve alta

São Paulo, 26 - As cotações dos contratos futuros de café arábica fecharam em leve alta ontem na New York Board Of Trade (Nybot), dando sequência aos ganhos de segunda-feira, sem sair do intervalo de preços. O mercado chegou a ser pressionado pelos especuladores, quando o contrato dezembro recuou à mínima de 72,55 cents (60 abaixo), longe de testar o suporte de 71,30 cents estabelecido na segunda-feira. As compras da indústrias deram suporte ao preço, que na máxima chegou a 73,75 cents (60 acima), sem testar a resistência de 73,90 cents. O dezembro fechou a 73,50 cents, em alta de 35 pontos. O spread setembro/dezembro manteve-se estável em 370 pontos. Mais 176 lotes foram entregues ontem no setembro, elevando o total para 1.624. O contrato dezembro deve trabalhar hoje com suportes em 72,50 cents e 72 cents. As resistências estão em 73,75 cents e 73,90 cents. O broker Nilson Monteiro, da Link Corretora, informa que é limitado o potencial de baixa do mercado em Nova York. Segundo ele, isso ocorre porque os fundos já estariam com elevado saldo líquido vendido, ao redor de 20 mil lotes. Além disso, Monteiro considera que a comercialização da safra no Brasil está atrasada, em virtude do excesso de chuvas na atual época de colheita. Monteiro acrescenta que o crédito de comercialização e estocagem está fluindo, reduzindo a oferta do produto no mercado interno. "O produtor está cauteloso, deixando o mercado travado", observa. O broker salienta, porém, que o potencial de alta é limitado por vendas de origens e de especuladores. A resistência pode ser testada em 73,20 cents e 74,00 cents. Monteiro diz que há um gap entre 70,80 cents e 71,30 cents, que ainda não foi preenchido. Se não fosse esse detalhe, seria possível considerar que o mercado já teria encontrado a mínima no nível de 70 cents. De todo modo, o broker informa que o mercado é construtivo no médio prazo, a partir da segunda quinzena de setembro. Ainda mais se os fundos iniciarem movimento de recompra de suas posições vendidas. No momento a chamada técnica é inalterada a leve queda, acompanhando o desempenho dos contratos futuros de robusta na Bolsa de Londres (Liffe). Setembro e novembro recuam dois pontos a, respectivamente, US$ 657/t e US$ 682/t. (Venilson Ferreira e Tomas Okuda) As altas entre R$ 2 a R$ 3 por saca nos preços do café incentivaram os negócios no mercado físico ontem. A praça de Santos negociou cerca de 20 mil sacas, segundo um corretor local, que atribui o mesmo volume para Varginha (MG). Os comentários dão conta de venda de 5 mil sacas de lote de café rio, peneira 17/18, com 12% de quebra, da Gardingo para a Unicafé, a R$ 175/saca, a retirar. A Sendas comprou 1.151 sacas da Unicoop, com 12% de quebra, a R$ 203. A Unicafé comprou outro lote, da Cooperativa de Boa Esperança, no total de 3.500 sacas, a R$ 207/saca, a retirar. A Coinbra comprou 1.500 sacas da Unicoop, com 13 de quebra, a R$ 200/saca. A Mitsui pagou R$ 203/saca, por café do cerrado com 12% de quebra. Em Vitória, o mercado segue travado. Segundo um corretor local, havia proposta de conillon em Fortaleza a R$ 140 saca e em Natal a R$ 142/saca. (Venilson Ferreira) Levantamento preliminar do Conselho dos Exportadores de Café (Cecafé) mostra que até o dia 24 de agosto foram embarcadas 1.107.506 sacas de café. O resultado representa queda de 4,58% em relação ao mês anterior (1.160.618 sacas). Do total exportado em agosto, 1.085.364 sacas são de arábica (aumento de 0,30% sobre julho, quando foram embarcadas 1.082.146 sacas) e 22.142 sacas de conillon, com redução de 71,78% sobre o mês anterior (78.472 sacas). Em agosto, até o dia 24, foram emitidos certificados de origem de 1.644.586 sacas, 20,15% a mais do que em julho (1.368.731 sacas). Do total certificado em agosto, 1.574.533 sacas são de arábica (crescimento de 22,22% sobre julho, quando foram emitidos certificados de 1.288.286 sacas) e 70.053 sacas de conillon (redução de 12,92% sobre as 80.445 sacas de julho passado). (Tomas Okuda, segue) Confira a seguir a evolução das cotações do café no mercado futuro e dos preços no mercado físico interno. PREÇOS NO MERCADO INTERNO (em R$ por saca de 60 kg) ----------------------------------------------------------------19-AGO-04 20-AGO-04 23-AGO-04 24-AGO-04 25-AGO-04----------------------------------------------------------------ARABICA TIPO 6 DURO19-ago-04 20-ago-04 23-ago-04 24-ago-04 25-ago-04Noroeste PR 185,00 185,83 190,56 188,50 190,00Mogiana 197,50 197,94 204,29 203,18 203,25Sul MG 196,25 196,75 203,20 202,21 203,00Zona/Mata 195,00 194,60 203,50 202,00 202,81Cerrado 199,50 198,88 204,38 203,33 203,04CONILLON TIPO 6Espírito Santo 133,07 133,29 135,14 136,04 136,43INDICADOR ESALQ/BM&F (em sacas de 60 kg)----------------------------------------------------------------19-AGO-04 20-AGO-04 23-AGO-04 24-AGO-04 25-AGO-04----------------------------------------------------------------À Vista R$ 196,76 198,24 204,66 203,37 203,98À Vista US$ 65,85 66,84 69,05 68,80 69,10A Prazo R$ 198,18 199,67 206,13 204,84 205,45----------------------------------------------------------------FUTUROS NA BM&F (em US$ por saca de 60 kg)----------------------------------------------------------------19-AGO-04 20-AGO-04 23-AGO-04 24-AGO-04 25-AGO-04----------------------------------------------------------------Set/04 76,60 76,60 79,45 79,00 79,45Dez/04 78,70 78,80 81,85 81,45 81,90Mar/05 81,10 80,90 83,80 83,90 84,30Mai/05 81,60 81,60 81,60 81,50 87,60----------------------------------------------------------------FUTUROS NA NYBOT (em cents de dólar por libra-peso)----------------------------------------------------------------19-AGO-04 20-AGO-04 23-AGO-04 24-AGO-04 25-AGO-04----------------------------------------------------------------Set/04 67,10 66,55 69,85 69,45 69,80Dez/04 70,55 70,20 73,45 73,15 73,50Mar/05 73,70 73,40 76,50 76,20 76,55Mai/05 75,55 75,25 78,30 78,00 78,40Jul/05 77,20 76,90 79,95 79,65 80,05Set/05 78,80 78,35 81,45 81,10 81,50Dez/05 81,40 80,95 84,05 83,70 84,10----------------------------------------------------------------MÁXIMA SET/04 66,30 66,15 67,25 68,00 68,90MÍNIMA SET/04 67,50 67,20 70,00 70,20 69,90----------------------------------------------------------------MÁXIMA DEZ/04 69,60 69,80 71,30 71,50 72,55MÍNIMA DEZ/04 70,85 70,80 73,80 73,90 73,75----------------------------------------------------------------MÁXIMA MAR/05 73,00 73,05 74,70 74,70 76,20MÍNIMA MAR/05 73,95 73,95 76,90 76,70 76,75----------------------------------------------------------------MÁXIMA MAI/05 75,00 75,00 76,75 76,40 78,00MÍNIMA MAI/05 75,90 75,50 78,20 78,50 78,50----------------------------------------------------------------FUTUROS NA LIFFE/LONDRES (em US$ por tonelada)----------------------------------------------------------------19-AGO-04 20-AGO-04 23-AGO-04 24-AGO-04 25-AGO-04----------------------------------------------------------------Set/04 656 648 666 657 659Nov/04 676 671 687 681 684Jan/05 689 686 702 696 699Mar/05 704 702 717 711 714Mai/05 720 718 734 726 729Jul/05 732 732 748 740 743Nov/05 748 748 763 755 758Jan/06 769 769 784 776 779Mar/06 780 780 795 787 790---------------------------------------------------------------- (Venilson Ferreira)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.