Caixa está atenta a melhor momento para captação externa

A Caixa Econômica Federal está olhando o mercado para definir o melhor momento para captar no exterior, segundo o vice-presidente de Finanças do banco, Márcio Percival. A instituição espera, conforme ele, captar cerca de US$ 2,5 bilhões.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

19 de setembro de 2013 | 19h25

"A sinalização do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) ontem, de que os estímulos serão reduzidos de maneira lenta, pode acelerar a nossa captação, mas também as outras que estão para virem a mercado", afirmou Percival, em conversa com a imprensa nesta quinta-feira, 19, sem estabelecer prazo para a emissão.

A Caixa fez a primeira captação externa em outubro do ano passado, com US$ 1 bilhão em bônus de cinco anos. O retorno oferecido ao investidor foi de 2,495%. Na ocasião, o banco também captou US$ 500 milhões em bônus de dez anos e retorno de 3,554%.

Tudo o que sabemos sobre:
Caixacaptação externa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.