Caixa mantém objetivo do banco de investimento em 2014

A Caixa Econômica Federal segue com a sua estratégia de ter um banco de investimento, de acordo com Marcos Vasconcelos, vice-presidente de Ativos de Terceiros do banco. "O projeto está de pé. O tempo de análise por parte do Banco Central está aquém, mas é normal", explicou.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

19 de setembro de 2013 | 20h09

Para este ano, conforme Vasconcelos, é difícil que o banco de investimento da Caixa inicie suas operações. No entanto, é provável, segundo ele, que isso ocorra antes das eleições presidenciais de 2014. O vice-presidente da Caixa rebateu rumores divulgados na imprensa de que o projeto de instituir um banco de investimento teria sido deixado de lado.

O banco nascerá com patrimônio líquido de R$ 500 milhões, com R$ 360 bilhões em ativos de terceiros administrados e mais de 300 colaboradores. O foco de atuação do Caixa BI, provável nome de batismo, será canalizar recursos do mercado de capitais para os programas da Caixa de financiamento da infraestrutura, especialmente por meio de operações de renda fixa, segundo fonte próxima à instituição.

Tudo o que sabemos sobre:
CaixaBanco de Investimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.