Califórnia toma empréstimo de US$ 5 bi para pagar contas, diz agência

Segundo a 'Bloomberg News',  empréstimo temporário vai abastecer o estado até que ele possa vender as notes que estão programadas para o fim de agosto

Danielle Chaves, da Agência Estado,

26 de julho de 2011 | 14h42

O Estado da Califórnia tomará um empréstimo-ponte de US$ 5 bilhões para ajudar a pagar contas e lidar com qualquer problema no mercado de crédito se os legisladores do país fracassarem em elevar o teto da dívida até 2 de agosto, informou nesta terça-feira, 26, a Bloomberg News.

"Dadas as incertezas em Washington sobre o teto da dívida, o tesoureiro do Estado sentiu que era prudente obter um empréstimo-ponte", afirmou Tom Dresslar, porta-voz do tesoureiro Bill Lockyer. "Nós não poderíamos ter nos planejado para o presidente e o Congresso nos levarem a uma crise", disse.

O empréstimo temporário vai abastecer o estado até que ele possa vender as notes que estão programadas para o fim de agosto, segundo a reportagem. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
californiaemprestimocontas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.