Caminhoneiro tenta sinalizar estrada e morre atropelado

Categoria protesta contra regulamentação que interfere na jornada de trabalho; segundo a concessionária NovaDutra, uma pista está liberada para carros de passeio e outros veículos

Julio Cesar Lima, do estadao.com.br,

31 de julho de 2012 | 10h53

O sindicalista Augustino Daboit, 51 anos, morreu na tarde de segunda-feira (30), durante um protesto de caminhoneiros no quilômetro 387, na rodovia BR-369, em Mamborê. Ele foi atropelado por um ônibus que vinha de Foz do Iguaçu e, segundo relato da Polícia Rodoviária Federal, estava em velocidade acima do normal, pois havia uma concentração de pessoas.

Naquele momento, Daboit tentou sinalizar para o motorista do veículo com um cone e foi atingido. O ônibus chegou a ir para a contramão e passou por cima do caminhoneiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.