Cana: chega a 6 número de mortos em explosão na Vale do Rosário

Ribeirão Preto, 10 - Luís Jacomini, gerente do setor de Transportes da Usina Vale do Rosário, morreu na noite de ontem no Hospital São Lucas, em Ribeirão Preto (SP) e elevou para seis o número de vítimas fatais da explosão ocorrida na última segunda-feira na unidade sucroalcooleira, em Morro Agudo (SP). Todas foram vítimas de queimaduras graves, após o rompimento de uma unidade de pré-evaporação e foram atingidas pelo caldo de cana fervendo a cerca de 120 graus Celsius. Dez pessoas ainda estão internadas em hospitais da região de Ribeirão Preto e sete feridos já foram liberados. Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo deve divulgar um laudo do acidente em 30 dias e a Polícia Civil já começa a ouvir testemunhas no inquérito.

Agencia Estado,

10 de dezembro de 2004 | 14h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.