Cana: Tereos investe 35 milhões de euros e controla Guarani

Ribeirão Preto, 1 - O grupo francês Tereos anunciou hoje que adquiriu 35,8% das ações que o grupo italiano Edison detinha da Açúcar Guarani S.A. e passou a ser o seu único controlador da empresa. O negócio movimentou ? 35 milhões e, segundo o diretor financeiro e administrativo da Guarani, Alberto Klumb, o grupo francês antecipou uma opção de compra do restante do capital, prevista para ocorrer até 2007. Produtora de açúcar, álcool e energia elétrica com unidades industriais localizadas nas cidades paulistas de Olímpia e Severínia, a Açúcar Guarani foi adquirida em 2001 pela empresa francesa Béghin-Say, cujo proprietário era o grupo italiano Edison. Em 2002, a Béghin-Say foi adquirida pelo atual grupo Tereos e, pelo acordo, 35,8% da Guarani permaneceria com o Grupo Edison, com a opção de compra."O Grupo Tereos apenas exerceu essa opção antecipadamente, pois acredita no setor e no Brasil", explicou Klumb. De acordo com a diretoria da Açúcar Guarani, a negociação em nada vai mudar os rumos do Tereos no Brasil, pois o grupo francês já era o controlador acionário da empresa, com cinco das seis cadeiras no conselho administrativo. As duas unidades da Guarani irão moer 4,5 milhões toneladas de cana-de-açúcar na safra 2004/2005, que acaba neste mês de dezembro, produzir 486 mil toneladas de açúcar e 79 milhões de litros de álcool. Do total, serão exportadas 135 mil toneladas de açúcar e, pela primeira vez na história da empresa, 10 milhões de litros de álcool hidratado. Na safra, a empresa irá comercializar ainda para o mercado 41 megawatts/hora de energia elétrica, gerados pela subestação da unidade de Olímpia, que entrou em operação em maio de 2003. Além da Guarani, a Tereos possui, em sociedade com os grupos Cosan e Sucden (Sucres et Denrées), o controle da FBA-Franco Brasileira S/A. Tereos, Cosan e Sucden detêm, respectivamente, 47,5 %, 47,5 % e 5 % das ações da FBA, proprietária de três usinas - Ipaussu, Univalem e Gasa. No total, as usinas pertencentes a Tereos no Brasil irão moer 9,5 milhões de toneladas de cana, 820 mil toneladas de açúcar e 300 milhões de litros de álcool nesta safra. O grupo francês planeja moer 14 milhões de toneladas de cana em 2010.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2004 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.