Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Canadá habilita três frigoríficos brasileiros para exportar carne suína ao país

Autorização vale para duas unidades da Seara, da JBS, e uma da catarinense Aurora, segundo a ABPA, associação de produtores de proteína animal

Fernanda Guimarães, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2022 | 18h21

O Canadá acaba de habilitar três frigoríficos brasileiros para a exportação de carne suína, segundo informações da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). A entidade informou que as autorizações valem para duas unidades da Seara, da JBS, e uma da empresa catarinense Aurora.

“A habilitação destas primeiras plantas vem em um momento importante para o setor produtivo, diante das dificuldades enfrentadas com as altas dos custos de produção e a necessidade de incrementar as vendas internacionais de carne suína. Há expectativa de que, em breve, novas plantas sejam habilitadas”, disse, em nota, o presidente da entidade, Ricardo Santin.

A ABPA aponta que o Canadá é atualmente o terceiro maior exportador global de carne suína, mas é, ao mesmo tempo, um grande comprador internacional. O país importa, ao ano, cerca de 250 mil toneladas de carne suína.

A associação destaca que as primeiras exportações devem ocorrer em breve e deverão incluir produtos classificados como premium, ou seja, de maior valor agregado. “Vamos focar em suprir lacunas não atendidas, em complementariedade à produção local”,  explica o diretor de mercados da ABPA, Luis Rua.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.