Canadense Potash registra reclamação contra BHP

A fabricante de fertilizantes canadense Potash Corp. registrou uma reclamação legal contra a BHP Billiton, argumentando que a oferta hostil de US$ 39 bilhões da mineradora anglo-australiana pela companhia foi montada com base em declarações falsas e enganosas. A Potash Corp - maior produtora do mundo de potássio, um ingrediente essencial para a produção de fertilizantes -, registrou a reclamação no Tribunal Distrital de Illinois, nos Estados Unidos, acusando a BHP Billiton de ter violado leis federais de valores mobiliários.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

22 de setembro de 2010 | 12h23

A Potash também pediu que a mineradora fosse proibida de prosseguir com sua proposta de US$ 130 por ação pela empresa canadense. A proposta vai expirar em 18 de novembro. "Por causa de declarações falsas da BHP, meias-verdades e contradições, os acionistas não dispõem de informações claras e precisas sobre as intenções da mineradora e o real valor das ações da Potash", declarou a companhia canadense.

Segundo a Potash, a BHP fez omissões e declarações falsas sobre a situação da oferta, as condições e as incertezas inerentes à proposta e sobre seus planos para os negócios da fabricante de fertilizantes, caso adquira o controle da empresa. Um porta-voz da BHP se recusou a comentar o assunto. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.