Caoa Chery
Caoa Chery

Caoa faz homenagem ao fundador do grupo com edição especial do Tiggo 8

Chamado de Tiggo 8 Founder's, modelo especial terá apenas mil unidades produzidas na fábrica de Goiás

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2022 | 14h34

Em homenagem a seu fundador, o empresário brasileiro Carlos Alberto de Oliveira Andrade, falecido em agosto do ano passado, o grupo Caoa Chery lança nesta quarta-feira, 4, uma versão especial do Tiggo 8 chamada Founder’s Edition.

Com mais acessórios e mais requintado do que a versão normal, o utilitário-esportivo (SUV) de sete lugares terá apenas mil unidades produzidas na fábrica de Anápolis (GO) e será vendido por R$ 215 mil.

Tradicionalmente as edições especiais têm produção limitada e homenageiam pessoas (situação mais rara), datas comemorativas e eventos, casos, por exemplo, do Monza Emerson Fittipaldi, do McLaren Senna e do Gol Copa e Rolling Stones.

O Tiggo 8 foi escolhido pela empresa por ser considerado o de maior nível tecnológico dentro do portfólio da Caoa Chery. O modelo foi lançado em 2020 e, segundo a companhia, “representou a materialização do sonho de Andrade de produzir e comercializar no Brasil veículos com os mais elevados níveis de qualidade, tecnologia e design”.

“Doutor Carlos”, como era conhecido, está em um grupo pequeno de executivos que construiu uma montadora nacional, embora não tenha conseguido realizar seu sonho de produzir carros brasileiros.

O grupo produz modelos da marca coreana Hyundai e da chinesa Chery em duas fábricas, a de Goiás, de sua propriedade, e a de Jacareí (SP), da qual detém 50% das ações. Dois anos antes de sua morte, ocorrida aos 77 anos, ele ainda tentou comprar a fábrica da Ford de São Bernardo do Campo (SP), mas o negócio não prosperou.

 

Formado em medicina, Andrade trabalhava como cirurgião quando comprou, em 1979, um Ford Landau em uma concessionária da marca em Campina Grande (PB). A revenda quebrou, e ele decidiu comprá-la por preço barato, para compensar a perda com o carro não recebido.

Foi assim que nasceu a Caoa, empresa que leva as iniciais do seu nome e que hoje envolve, além das duas fábricas, 293 concessionárias Ford, Hyundai, Chery e Subaru que juntas empregam 6.000 funcionários.

"Mente brilhante"

A edição especial tem itens exclusivos como bancos dianteiros aquecidos, acabamentos em madeira, cobertura do porta-malas retrátil e banco do motorista com memória e ajuste de lombar e tapetes que também levam o logo com a inscrição Founder’s Edition. Está disponível nas cores cinza e azul.

“Exclusividade é a palavra que traduz essa nova versão do Tiggo 8. O consumidor pode esperar ainda mais luxo e refinamento de detalhes nesta homenagem ao Dr. Carlos, a mente brilhante por trás do sucesso da Caoa Chery no Brasil, que deixou um grande legado para todo o nosso segmento”, comenta Mauro Correia, presidente da Caoa.

O Tiggo 8 já vendeu cerca de 15 mil unidades no Brasil, sendo quase 3 mil neste ano. Atualmente custa R$ 202 mil. De janeiro a abril o grupo Caoa Chery vendeu 12.863 veículos e detém 2,52% do mercado total de automóveis e comerciais leves no País.

Homenagens

Outros modelos fabricados no País ou importados já tiveram edições especiais alusivas  a esportistas e principalmente a grandes eventos que as montadoras patrocinaram. Um deles foi o Gol Copa, da Volkswagen, que teve quatro edições (1982, 1994, 2002 e 2006).

Em 2010, quando a competição mundial ocorreu na Alemanha, a montadora lançou o Gol Seleção e, em 2014, com o Brasil como sede, Gol, Fox e Voyage tiveram edições limitadas com o slogan Seleção. Já o Gol Rolling Stones marcou o primeiro show da banda no País, em 1995, com 12 mil unidades fabricadas.

Um dos mais emblemáticos é o McLaren Senna GTR, em homenagem ao piloto brasileiro Ayrton Senna, que morreu há 28 anos. A versão especial teve 75 unidades produzidas em 2018 no Reino Unido,  e hoje estão espalhadas por vários países, uma delas no Brasil.

Na época, o preço do modelo era avaliado em US$ 2,5 milhões. O modelo brasileiro, que não pode rodar nas ruas por questões de legislação, pertence à Fundação Lia Maria Aguiar, e ficará exposto no Museu da Fundação,  em Campos do Jordão (SP).

Em 1990, a General Motors colocou no mercado 5 mil unidades do Monza Classic SE 500 EF,  homenagem ao piloto Emerson Fittipaldi, o primeiro brasileiro a vencer as 500 milhas de Indianápolis, depois repetida em uma nova geração do Omega. Em 1997 foi a vez de tri campeão da F1, Nelson Piquet, ganhar uma edição limitada a apenas 120 unidades do Corsa Piquet.

Mudando para a área de eventos, a GM passou a patrocinar o festival de músicas Lollapalloza em 2014 e, naquele ano, lançou o Onix Lollapalloza para marcar o início da parceria do produto com o festival de música, que dura até hoje, mas cada ano com um destaque diferente da marca Chevrolet. Foram vendidas 4 mil unidades dessa versão.

No mundo de corridas, em 2004 a Fiat lançou 500 unidades do Stilo Schumacher, um reconhecimento ao piloto alemão, maior campeão da F1, com sete títulos. Já em outro segmento, a Renault colocou no mercado 2,1 mil unidades do Clio O Boticário em 2002, para atrair o público feminino.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.