Capacidade de utilização de aço subirá 5,9% em 2011, diz Worldsteel

Associação Mundial de Aço prevê que a capacidade de utilização de aço aparente mundial aumentará para 1,36 bilhão de toneladas

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

18 de abril de 2011 | 09h41

A capacidade de utilização de aço mundial subirá cerca de 6% neste ano e permanecerá nesse patamar no ano que vem, mas a demanda da China, embora esteja crescendo, desacelerará pela primeira vez, afirmou a Associação Mundial de Aço (Worldsteel, em inglês).

A associação prevê que a capacidade de utilização de aço aparente mundial aumentará para 1,36 bilhão de toneladas, de 1,28 bilhão de toneladas em 2010. A Worldsteel espera que a capacidade crescerá para 1,44 bilhão em 2012.

A capacidade de utilização da China deverá subir 5% neste ano, ante a alta de 5,1% em 2010.

"Essa é a primeira projeção anual que mostra uma desaceleração no consumo da China", destacou o diretor-geral designado da Worldsteel, Edwin Basson.

Nós acreditamos que este é o começo de um novo cenário. A China continua a crescer, mas a uma taxa de cerca de 5%, ao invés de 10%, disse Basson.

Segundo ele, as medidas de austeridade da China deverão começar a surtir efeito com uma queda na produção de aço no país prevista para o final de 2011 também.

O grupo afirmou que prevê que a produção de aço na África do Norte deverá diminuir no segundo semestre deste ano em razão da instabilidade política na região.

As estimativas para o crescimento da demanda foram feitas antes do terremoto que atingiu o Japão no dia 11 de março. O grupo afirmou que a previsão, que era de entre 7 milhões e 10 milhões de toneladas da capacidade de utilização anual, foi provavelmente afetada pelo desastre. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaWorldsteelaço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.