Carnes: missão da Coréia visita abatedouros no Brasil

Brasília, 3 - Missão do governo da Coréia do Sul visita, até a próxima terça-feira, dia 9, abatedouros de aves que representam um amostra de 40 estabelecimentos interessados em exportar carne de frango para o país. No sábado, 30, antes de iniciar as visitas, os coreanos reuniram-se com técnicos da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, em Brasília. A missão técnica da Coréia do Sul é a primeira de uma série de três que devem inspecionar frigoríficos exportadores de carne bovina e de frango do País até o final de novembro, informou a assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura. No dia 20, chega ao Brasil missão técnica enviada pelo governo da Malásia para visitar abatedouros de frangos e outras aves, contou o chefe da Divisão de Controle do Comércio Internacional do ministério, Ari Crispim. Na seqüência, no dia 22, desembarca no Brasil uma missão da União Européia, para vistoriar abatedouros de aves. O técnico do ministério contou que os europeus também manifestaram interesse em enviar uma nova missão em dezembro para visitar a indústria frigorífica de bovinos e negociar um possível revisão da cota Hilton. A cota permite ao Brasil exportação de cinco mil toneladas de cortes especiais de carne bovina à União Européia. Fora dessa cota, a carne brasileira paga uma tarifa entre 98% (refrigerada) e 176% (congelada e desossada) para entrar na União Européia. A visita de dezembro não está confirmada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.