Carnes: veterinário russo chega ao País e discute fim do embargo

Brasília, 18 - O Ministério da Agricultura informou que chega amanhã (19) ao Brasil o diretor do Serviço Federal de Supervisão Veterinária e Fitossanitária da Rússia, Sergei Dankvert. Ele chefia a missão que avalia desde o início da semana o sistema brasileiro de defesa sanitária. Dankvert e os veterinários Alexander Ponomorev, Valery Zakharov e Sergei Doudnikov reúnem-se no sábado, 20, às 16h, com o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano. O encontro será no gabinete do secretário, em Brasília. O Brasil vai negociar o fim do embargo à carne brasileira, determinado pela Rússia em 21 de setembro, depois do registro de um foco de febre aftosa em Careiro da Várzea, no Amazonas. Na terça-feira, a Rússia comunicou oficialmente ao Brasil a suspensão parcial do embargo aos produtos de origem animal exportados por Santa Catarina, único estado reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de aftosa sem vacinação. Na próxima semana, a missão também deve visitar a divisa de Tocantins com o Pará, na região de Couto Magalhães (TO) e Itaituba (PA) para conhecer o sistema de "zona tampão" adotado pelo ministério para isolar as áreas livres de aftosa das áreas infectadas. Também há a possibilidade de uma visita da missão russa ao Amazonas para conhecer a condição sanitária do rebanho bovino local. "Há a expectativa de evoluirmos para a abertura do mercado russo aos demais estados brasileiros livre da aftosa com vacinação até a chegada do presidente Vladimir Putin", comentou recentemente o ministro Roberto Rodrigues, após a informação sobre a suspensão parcial do embargo. O presidente russo, Vladimir Putin, chega ao Brasil na próxima semana. As informações são da assessoria de imprensa do ministério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.