Carrefour nega rumores sobre saída de executivo-chefe

A rede varejista francesa Carrefour negou hoje relatos da imprensa de que o executivo-chefe, Lars Olofsson, pode ser substituído em breve. "Após recorrentes rumores sobre a potencial substituição do CEO do Carrefour, o conselho administrativo da companhia nega formalmente todas as informações publicadas pela imprensa sobre o assunto", diz o comunicado do grupo.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

25 de novembro de 2011 | 09h13

O jornal francês Le Figaro noticiou hoje, sem citar fontes, que Georges Plassat pode assumir como executivo-chefe do Carrefour para ajudar a companhia a dar uma guinada nos negócios, que têm enfrentado dificuldades. A matéria afirma que o Colony Capital e o Groupe Arnault, os dois maiores acionistas da rede varejista, decidiram pedir que Olofsson deixe o cargo, pois já teria acumulado fracassos demais para continuar no posto.

O Le Figaro disse ainda que Plassat, que já foi chairman do Casino Guichard-Perrachon e ajudou a desenvolver as operações do Carrefour na Espanha, foi identificado como o candidato "ideal". Atualmente ele é presidente da rede de calçados e roupas especiais francesa Vivarte. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CarrefourcomandoLars Olofssonsaída

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.