Cartão de crédito lidera ranking de reclamações do Procon

Principais reclamações são relacionadas à cobrança indevida, problemas com contrato e lançamentos não reconhecidos na fatura

Amanda Valeri, da Agência Estado,

24 de julho de 2007 | 12h53

O cartão de crédito liderou o número de reclamações na Área de Assuntos Financeiros da Fundação Procon-SP, no primeiro semestre de 2007. Das 3.929 reclamações recebidas de janeiro a junho, 1.674 foram de cartão de crédito. Este resultado representa um aumento de 51,49% se comparado com o mesmo período de 2006.   Cuide do seu cartão de crédito e do seu bolso O direito do consumidor no cartão de crédito   As principais reclamações feitas pelos consumidores foram relacionadas à cobrança indevida, problemas com contrato e lançamentos não reconhecidos na fatura.   "O elevado número de reclamações desse serviço é conseqüência da grande oferta no mercado sem que, no entanto, seja criada uma proporcional estrutura de segurança, aliados à ineficiência dos serviços de atendimento para solução dos problemas e a boa aceitação como forma de pagamento no comércio convencional", avaliaram os analistas do Procon-SP.   O balanço dos seis primeiros meses do ano registrou um aumento 28,32% no número de reclamações das sete áreas - serviços essenciais, serviços privados, assuntos financeiros, produtos, saúde, alimentação e habitação - se comparada com o primeiro semestre do ano passado. As queixas passaram de 12.464, em 2006, para 15.994 em 2007.   As reclamações na Área de Assuntos Financeiros também subiram de 2.922, no primeiro semestre do ano passado, para 3.929 nos primeiros seis meses de 2007. Isso representa uma alta de 34,46%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.