Casas Bahia inaugura loja no Complexo de favelas do Alemão

Casas Bahia inaugura loja no Complexo de favelas do Alemão

Depois de abrir lojas em Paraisópolis e Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo, a Via Varejo, dona da Casas Bahia, resolveu investir em unidades em regiões carentes cariocas

O Estado de S. Paulo

21 de outubro de 2014 | 16h29

 

SÃO PAULO - A Casas Bahia abriu nesta terça-feira, 21, uma loja no no Complexo de favelas do Alemão, em Ramos, no Rio de Janeiro. A abertura da centésima loja no Rio faz parte da estratégia da empresa de apostar em comunidades e aproveitar mão de obra local.

Após a abertura de lojas Paraisópolis e Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo, a Via Varejo, administradora da Casas Bahia, resolveu investir em unidades em regiões carentes cariocas. 

Em 2012, a Rocinha, maior favela da América Latina, ganhou sua primeira loja e, em 2013, foi a vez de Rio das Pedras. Hoje, ambas registram vendas por cliente acima da média das demais lojas.

"Acreditamos que a evolução da comunidade está relacionada com o seu desenvolvimento social e econômico e queremos participar desta transformação", afirma Paulo Naliato, diretor executivo de Desenvolvimento de Gente da Via Varejo.  

A loja do Complexo do Alemão foi decorada com grafites de artistas locais e emprega 14 moradores da região. Incluindo o gerente. A empresa adotou um conceito de decoração que 'privilegia a experimentação dos produtos'. 

Localizada na Estrada do Itararé, em Ramos, a loja tem 1,7 mil metros quadrados e uma oferta de mais de 10 mil itens. 

Tudo o que sabemos sobre:
Vasas BahiaVia Varejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.