Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Casino não planeja vender participação no Pão de Açúcar

O executivo-chefe do Casino, Jean-Charles Naouri, afirmou hoje, em entrevista à imprensa em Paris para apresentar o balanço do primeiro semestre, que o grupo francês não planeja vender sua participação e nem comprar a fatia do empresário Abilio Diniz no Pão de Açúcar (Companhia Brasileira de Distribuição, CBD).

CLARISSA MANGUEIRA, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES, Agencia Estado

28 de julho de 2011 | 10h28

Naouri disse também que não tem planos de pedir a demissão de Diniz, presidente do conselho do Pão de Açúcar, e que pretende assumir o controle da CBD em 2012.

O executivo afirmou que o processo de arbitragem contra o empresário brasileiro, aberto no final de maio, continua em andamento. O Casino anunciou no início deste mês que abriu um segundo pedido de arbitragem na Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês) contra a família Diniz. Em um comunicado, o Casino disse que o pedido tinha a finalidade de "garantir o respeito dos procedimentos estabelecidos pelo acordo de acionistas de 27 de novembro de 2006" na CBD.

Naouri também destacou que o Casino não tem projetos de entrar em um novo país.

As declarações do executivo ocorrem após o conselho do Casino se opor à negociação de Diniz para fundir o Pão de Açúcar com as operações do rival Carrefour no Brasil.

Numa reunião extraordinária em 11 de julho, o conselho disse que a proposta teria efeitos negativos para a empresa brasileira e seus acionistas. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) retirou no dia seguinte seu apoio pré-aprovado de R$ 4,5 bilhões para o negócio via sua empresa de participações (BNDESPar), alegando falta de entendimento dos sócios da CBD.

Tudo o que sabemos sobre:
varejoCasinoPão de Açúcar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.