Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Casino quer vender Via Varejo, dona das Casas Bahia, para reduzir endividamento

Empresa busca compradores para Via Varejo e outros ativos; estratégia é levantar 1,5 bilhão de euros para reduzir alavancagem na França

Dow Jones Newswires

11 Junho 2018 | 16h39

PARIS - A varejista francesa Casino informou nesta segunda-feira, 11, que planeja vender a rede brasileira de comércio Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia, Ponto Frio e Bartira, até o ano que vem. O movimento faz parte de um plano de investimento do grupo, que envolve 1,5 bilhão de euros (US$ 1,77 bilhão) em ativos. Com a notícia da possível venda, as Units da Via Varejo, pacote de ativos que possui ações preferenciais e ordinárias, fecharam o pregão desta segunda-feira, 11, em alta de 4,35%, a R$ 20,15.

+ Via Varejo demite diretores e integrará área comercial e logística

Segundo a empresa, os ativos a serem comercializados não são considerados cruciais e, assim, a Casino espera reduzir seu atual estágio de endividamento na França. 

Metade das vendas planejadas, que incluem ativos imobiliários, deve estar concluída em 2018 e o restante no início de 2019, disse a Casino.

+ Consumidores optam por atacarejo e mercadinhos

O grupo afirmou ainda projetar que suas vendas nas mesmas lojas no segundo trimestre superem as do primeiro trimestre. Isso significa que pretende bater as metas de rentabilidade anual na França no primeiro semestre e que deve atingir as metas de redução no endividamento. 

Até o fim do ano, a Casino disse que deve reduzir sua dívida líquida na França em 1 bilhão de euros.

+ RELEMBRE: Amazon e Casino avaliam parceria ou venda da Via Varejo

A alavancagem da Casino e a concorrência com rivais do varejo online têm sido um foco de preocupação dos investidores. As ações da companhia recuam 35% desde o início do ano.

O grupo confirmou sua projeção para 2018 e disse que pretende melhorar a rentabilidade em 2019 e 2020 em um ritmo similar para este ano.

Mais conteúdo sobre:
Via Varejo Casas Bahia Ponto Frio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.