Caterpillar e Europa ditam ganhos em bolsas dos EUA

As principais bolsas de valores dos Estados Unidos encerraram em alta nesta segunda-feira, conforme notícias sobre fusões e aquisições e o forte balanço da Caterpillar impulsionaram a confiança do investidor e mantiveram intacto o rali que já dura três semanas.

CHUCK MIKOLAJCZAK, REUTERS

24 de outubro de 2011 | 19h12

O índice Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, avançou 0,89 por cento, para 11.913 pontos. O Standard & Poor's 500 teve valorização de 1,29 por cento, para 1.254 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 2,35 por cento, para 2.699 pontos.

O mercado acionário subiu com expectativas de que uma resolução para a crise da dívida soberana da Europa esteja a caminho. A divulgação de resultados corporativos e dados macroeconômicos mais fortes que o esperado também contribuiu para a esperança de que seja menos provável uma recessão nos EUA.

Somando-se ao tom positivo, houve operações de fusões e aquisições nos setores de tecnologia e de saúde, envolvendo acordos totalizando mais de 5 bilhões de dólares.

A Oracle afirmou que irá adquirir a RightNow Technologies por cerca de 1,5 bilhão de dólares, enquanto a Cigna disse que vai comprar a HealthSpring por 3,8 bilhões de dólares.

A ação da Caterpillar saltou 5 por cento, liderando os ganhos do Dow Jones, após a maior fabricante mundial de equipamentos pesados reportar um salto de 44 por cento no seu lucro trimestral, junto com uma receita recorde.

"O mercado está completamente convencido, no momento, de que a Europa será bem sucedida em um plano que agradará o mercado --e que obtenha credibilidade", disse o diretor administrativo da ICAP EquitiesKen Polcari, em Nova York.

"Além disso, esta semana é uma semana muito, muito grande em termos de empresas de mineração, energia e do setor industrial (divulgando resultados)."

DuPont, 3M e United States Steel estão entre as companhias que devem divulgar resultados na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.