Ceia de Natal está 5,98% mais cara, diz FGV

Pesquisa feita por economista da Fundação mostra que a cesta de produtos mais comprados para a data saltou de R$ 161,96 no ano passado para R$ 171,65 em 2011

Agência Estado,

16 de dezembro de 2011 | 14h34

SÃO PAULO - A cesta de produtos mais frequentes na ceia de Natal dos brasileiros teve aumento de 5,98% entre 2010 e 2011, saltando de R$ 161,96 para R$ 171,65. Dos 13 alimentos que compõem tal cesta, apenas quatro tiveram seus preços reduzidos no período, segundo levantamento feito pelo economista da Fundação Getúlio Vargas (FGV), André Braz. Os preços dos demais subiram.

As quedas foram observadas no preço do pacote de arroz de cinco quilos, de R$ 9,61 em 2010 para R$ 9,39 neste ano; do lombo, de R$ 13,24 para R$ 12,82 o quilo; azeite de oliva, de R$ 10,13 para R$ 9,33 a embalagem de 500 mililitros; e do vinho, de R$ 12,84 para R$ 12,50 a embalagem de 750 mililitros.

Braz, de acordo com nota que a FGV distribuiu à imprensa, considera o resultado bom porque embora, o preço médio da cesta de Natal tenha aumentado na comparação com o ano passado, o reajuste ficou abaixo da inflação. Entre dezembro do ano passado em novembro deste ano, o IPC/FGV subiu 6,29%, ou 0,31 ponto porcentual acima da variação do conjunto dos principais produtos da ceia de Natal.

Na lista de preços que subiram neste ano, estão a batata inglesa, que passou de R$ 1,54 para R$ 1,55 o quilo; cebola, de R$ 1,48 para R$ 1,62 o quilo; bacalhau, de R$ 23,19 para R$ 25,54 o quilo; frango especial, de R$ 11,70 para R$ 13,63 o quilo; panetone, de R$ 10,41 para R$ 11,51 a unidade com 750 gramas; nozes, de R$ 19,56 para R$ 22,06 o quilo; e tender, de R$ 28,08 para R$ 30,51 o quilo. 

Tudo o que sabemos sobre:
FGVpreçosceianatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.