Celpa precisa retirar dívida para ficar adimplente com Aneel

A distribuidora paraense de energia Celpa precisa retirar de seu processo de recuperação judicial as dívidas relativas ao pagamento de encargos setoriais para que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) possa considerar a empresa adimplente e autorizar a aplicação da revisão tarifária programada para agosto, disse nesta terça-feira o diretor relator do processo da companhia.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h26

Segundo André Pepitone, com a retirada das dívidas da recuperação judicial, o governo poderá inscrever estes débitos na dívida ativa da União. Neste caso, as condições de pagamento seriam diferentes, divididas em até 60 meses, segundo ele.

"Mas isso teria um custo, a dívida (relativa aos encargos) aumentaria em cerca de 20 por cento", disse Pepitone.

O reenquadramento da dívida faria com que a Aneel considerasse a distribuidora adimplente do ponto de vista setorial, o que possibilitaria a efetiva aplicação da revisão tarifária na empresa, uma das condições para a sua venda.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACELPASETORIAIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.