Cemig: Investimento do setor elétrico depende do PIB

O setor elétrico poderá ter que acelerar os investimentos em geração, dependendo do crescimento do País. A afirmação é do diretor de Finanças e de Relações com Investidores da Cemig, Luiz Fernando Rolla. De acordo com ele, a correlação entre crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e do consumo vem aumentando e já é considerada muito alta.

LUCIANA COLLET, Agencia Estado

30 de agosto de 2012 | 14h50

Ele lembrou que no passado a expansão do consumo era bastante apoiada no crescimento das indústrias eletrointensivas, mas recentemente comércio e residências têm puxado a demanda. "Se a renda média familiar crescer conforme as projeções, teremos que acelerar os investimentos em geração para atender o crescimento da demanda", disse durante o 22º Congresso APIMEC-SP.

Mais cedo, no mesmo evento, Luiz Carlos Mendonça de Barros citou previsão de que a renda média do brasileiro registrará crescimento de 4,5% ao ano entre 1993 e 2014.(Colaborou Ricardo Leopoldo)

Tudo o que sabemos sobre:
energiaCemiginvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.