CEO de petroleira russa diz que país não pode cortar produção imediatamente

A autoridade mais poderosa do setor de petróleo da Rússia, Igor Sechin, disse nesta terça-feira que, devido a especificidades da indústria petrolífera do país, os russos não podem reduzir os níveis de produção imediatamente. Mas poderiam fazer isso no médio e longo prazos.

REUTERS

25 de novembro de 2014 | 15h34

Sechin, presidente executivo da Rosneft, maior produtora de petróleo da Rússia, disse em um comunicado que o país não estava sofrendo muito com a recente queda nos preços da commodity.

Mas afirmou que uma queda nos preços poderia resultar em atrasos de projetos que demandam mais investimentos.

(Por Dmitri Zhdannikov)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROLEORUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.