Chalco tem prejuízo no 1º semestre com queda de preço

A Aluminum Corp. of China (Chalco), a maior produtora de alumina e alumínio em volume de produção da China, anunciou prejuízo líquido de 3,25 bilhões de yuans (US$ 512 milhões) no primeiro semestre do ano, ante o lucro líquido de 413 milhões de yuans no mesmo período do ano passado. O resultado da companhia foi afetado pela queda dos preços do alumínio, desaceleração da economia doméstica e despesas mais altas.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

17 de agosto de 2012 | 11h49

A receita subiu 9% no primeiro semestre, para 71,70 bilhões de yuans, ante 65,97 bilhões no mesmo período do ano passado.

A Chalco está buscando diversificar suas operações, incluindo uma tentativa para comprar a mina de carvão SouthGobi Resources, na Mongólia, enquanto luta contra o enfraquecimento do setor de alumínio. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chalcobalançoprimeiro semestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.