Chefe de gabinete diz que governo n?o ajudou Dantas

O chefe de gabinete do presidente Luiz In?cio Lula da Silva, Gilberto Carvalho, afirmou ontem que s? acionou o Gabinete de Seguran?a Institucional (GSI) para verificar se havia alguma investiga??o envolvendo Humberto Braz - homem da confian?a do banqueiro Daniel Dantas - porque recebeu informa??o de que ele estava sendo perseguido por "gente da Presid?ncia". Contrariado com o que chama de "descontextualiza??o" de seu di?logo com o ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT), capturado pelo grampo telef?nico da Opera??o Satiagraha, Carvalho garantiu a amigos, por?m, que jamais agiu em favor de Dantas.<BR><BR>"Tanto ? verdade que o governo n?o interferiu em nada que Daniel Dantas foi preso", afirmou o chefe de gabinete de Lula, numa conversa reservada. Carvalho disse lembrar-se de ter recebido pessoalmente Greenhalgh - de quem ? amigo h? mais de duas d?cadas - apenas tr?s vezes neste ano, no Pal?cio do Planalto.<BR><BR>Num dos encontros, o ex-deputado - que ? advogado de Dantas - afirmou desconfiar que algu?m do governo vasculhava a vida de Humberto Braz. Bra?o direito de Dantas e ex-diretor da Brasil Telecom, Braz ? o homem que, pouco depois, tentou subornar a PF com US$ 1 milh?o para que a Opera??o Satiagraha fosse arquivada. Est? foragido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.