Chevron confirma suspensão de operações

A companhia teve a licença de perfuração no Brasil suspensa pela ANP até o esclarecimento das causas do acidente na Bacia de Campos, no litoral norte fluminense

Agência Estado,

23 de novembro de 2011 | 21h35

A Chevron divulgou há pouco uma nota em que confirma a suspensão de suas operações de perfuração, determinada pela Agência Nacional de Petróleo, mas indicou que mantém a produção no Campo de Frade, na Bacia de Campos. Segundo a companhia, a mancha provocada pelo vazamento de óleo no Campo de Frade está reduzida a um tamanho equivalente a um barril.

"Essa suspensão não terá impacto em nossa produção no Campo Frade ou em outras operações neste campo. O Frade produz atualmente em torno de 79.000 barris de óleo equivalente por dia", inforou a Chevron.

A companhia teve hoje a licença de perfuração no Brasil suspensa pela ANP até o esclarecimento das causas do acidente na Bacia de Campos, no litoral norte fluminense, e dos procedimentos adotados para sanar seus danos.

"A empresa confirma ainda que vai suspender todas as suas operações de perfuração, incluindo o já aprovado poço, pela ANP, com objetivo no pré-sal com exceção das atividades de selamento e abandono do poço até que o incidente tenha sido totalmente investigado", diz a nota da Chevron. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.