Chevron não tem data para produção no Campo de Frade

A petroleira norte-americana Chevron afirmou que pode ficar um pouco abaixo da meta de produção neste ano, de 2,68 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/dia), por causa do fechamento do Campo de Frade, no Rio de Janeiro. Segundo o vice-presidente da empresa, George Kirkland, ainda não se sabe quando a produção em Frade será retomada.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

27 de julho de 2012 | 14h01

A Chevron parou de perfurar no campo em março, depois que mais de 2 mil barris de petróleo vazaram de um poço no fundo do mar, o que eliminou 25 mil barris diários de sua produção durante o segundo trimestre deste ano. Hoje a petroleira anunciou teve lucro líquido de US$ 7,21 bilhões no segundo trimestre, 6,8% menor que o ganho de US$ 7,73 bilhões obtido em igual período do ano passado.

Apesar dos percalços no Brasil, a Chevron afirmou que seu projeto de gás natural Gorgon, na Austrália Ocidental, está dentro do cronograma e do orçamento previstos para a conclusão do projeto, no fim de 2014. O clima difícil, a alta do dólar australiano e o aumento dos custos trabalhistas na Austrália têm adiado o projeto. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
chevroncampo de fradereinício

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.