Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Chile criará agência reguladora para setor de mineração

Governo quer supervisionar o setor após um acidente ocorrido no início de agosto que deixou 33 mineiros presos no subsolo de uma mina

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

27 de agosto de 2010 | 18h32

O governo do Chile anunciou que vai criar uma agência que regulará e supervisionará os padrões de segurança para o setor de mineração do país, após um acidente ocorrido no início de agosto que deixou 33 mineiros presos no subsolo.

Segundo as autoridades chilenas, o incidente revelou que, embora os padrões de segurança nas maiores minas do país sejam bastante rígidos, as minas menores nem sempre cumprem as normas. Atualmente, a supervisão dessas minas é responsabilidade do serviço nacional de geologia do Chile, que possui um orçamento limitado e menos de 20 inspetores para fiscalizar as operações de mineração.

Além da criação da agência reguladora, a proposta do governo chileno também prevê um aumento no orçamento destinado à supervisão do cumprimento das normas de segurança, de forma a permitir que 45 inspetores realizem o trabalho. Isso elevaria a frequência de visitas dos fiscais às minas para três vezes ao ano, de uma vez ao ano atualmente, afirmou o ministro de Mineração do Chile, Laurence Golborne.

"O governo está tomando estas medidas para que nunca mais aconteçam acidentes como o que ocorreu na mina de San Jose", disse ele aos repórteres. A indústria de mineração é responsável por 20% do Produto Interno Bruto do Chile.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chilemineraçãoagênciareguladora

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.