China Automotive System fará parceria com brasileiras

A China Automotive Systems (CAAS) anunciou hoje que seu conselho executivo autorizou a criação de uma joint venture (parceria) com duas empresas brasileiras. No entanto, o nome das parceiras não foi divulgado. Por meio de sua subsidiária Hengsheng, a CAAS terá uma participação de 80% na nova empresa, enquanto as outras parceiras terão fatias de 15% e 5%. A joint venture terá sede em São Paulo.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

24 de outubro de 2011 | 11h18

Hanlin Chen, presidente da CAAS, afirmou que "o Brasil é o motor econômico mais importante da América do Sul, e a China já superou os Estados Unidos como principal parceiro comercial do país". "O mercado automotivo está avançando no Brasil, com a demanda anual por fabricantes de equipamentos originais (OEM, na sigla em inglês) estimada em 3,5 milhões de veículos. Nós temos observado montadoras chinesas, como a Chery Auto, uma das nossas principais clientes, entrando com sucesso no mercado brasileiro e acreditamos que nós também podemos alavancar essa tendência", diz a empresa em comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.