China desiste de usar milho para produzir etanol, diz jornal

A China, terceiro maior produtor deetanol do mundo, vai parar de usar milho para produzirbiocombustível, enquanto o país muda para plantaçõesalternativas como sorgo, informou o jornal China Daily nestaterça-feira. O uso de plantações de batata doce e mandioca como fonte deprodução de etanol também aumentarão os estoques de milho paraconsumo humano, afirmou o jornal. A conversão dos quatro maiores centros de produção deetanol do país não seria muito complicada ou custosa, disse aojornal Xiong Bilin, vice-diretor da Comissão Nacional deDesenvolvimento e Reforma. Estas quatro fábricas e as recém-aprovadas usariam sorgo,mandioca e batata doce como substitutos do milho para fabricaretanol, informou Bilin. A China tem tentado retomar suas ambições iniciais de usode etanol por causa da inflação e de preocupações sobrematérias-primas, estimuladas por altas nos preços do milhorecentemente. Autoridades do setor e traders disseram que a comissão,principal órgão de planejamento econômico da China, estavarevisando para baixo a meta de 2010 de produção de etanol para2 milhões de toneladas, ante as 5 milhões anteriores.

REUTERS

17 de julho de 2007 | 12h26

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSENERGIAETANOLCHINA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.