China e Alemanha assinam mais de US$ 15 bi em acordos comerciais

 Entre os acordos, a China Aviation Supplies Holding e o ICBC Financial Leasing, encomendaram dezenas de aviões A320, da Airbus, que pertence à European Aeronautic Defence & Space

Danielle Chaves, da Agência Estado,

28 de junho de 2011 | 14h12

Empresas chinesas e alemãs assinaram acordos comerciais no valor de mais de US$ 15 bilhões durante a visita do primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, à Alemanha. Entre os acordos, a China Aviation Supplies Holding e o ICBC Financial Leasing, uma empresa controlada pelo Industrial & Commercial Bank of China (ICBC), encomendaram dezenas de aviões A320, da Airbus, que pertence à European Aeronautic Defence & Space (EADS).

O ministro da Economia da Alemanha, Philipp Roesler, finalizou as reuniões entre altas autoridades alemãs e chinesas - que incluiu a chanceler Angela Merkel - dizendo que os dois países pretendem aumentar o valor do comércio bilateral entre eles de cerca de 130 bilhões de euros em 2010 para mais de 200 bilhões de euros em 2015.

Ontem Wen assinou acordos de negócios com o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, no valor de 1,4 bilhão de libras (US$ 2,2 bilhões). As duas autoridades disseram esperar que o comércio bilateral entre China e Reino Unido atinja US$ 100 bilhões até 2015. Na semana passada o embaixador da China no Reino Unido, Liu Xiaoming, afirmou que o valor do comércio entre os dois países somou US$ 50,1 bilhões em 2010.

Entre os acordos fechados no Reino Unido, o BG Group assinou um memorando de entendimento com o Bank of China que abre caminho para uma nova linha de crédito de US$ 1,5 bilhão que o BG diz que será usada para dar suporte a seus planos de crescimento global, incluindo na China. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
chinaalemanha. acordos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.