China é destino de 51,4% das vendas de minério de ferro da Vale

No 2º trimestre do ano passado esse porcentual era de 43,8% e no primeiro trimestre do ano de 47%

Fernanda Guimarães, Agência Estado

31 de julho de 2014 | 08h32

SÃO PAULO - A China aumentou a sua representatividade nas vendas totais de minério de ferro da Vale no segundo trimestre deste ano e voltou a comprar metade do volume. A mineradora brasileira informou hoje que de 76,889 milhões de toneladas de minério de ferro vendidas no intervalo de abril a junho, a China ficou com 39,506 milhões de toneladas, ou 51,4% do total. No mesmo trimestre do ano passado esse porcentual era de 43,8% e no primeiro trimestre do ano de 47%.

Em termos de volume, as compras da China do minério da Vale cresceu 25% no segundo trimestre do ano na relação anual. Ante o primeiro trimestre do ano houve um aumento de 23,4%. Cabe lembrar que parte desse efeito é explicado pelo aumento da produção de minério de ferro da companhia no trimestre.

"A produção de aço da China cresceu 5,7% ano contra ano, impulsionando a demanda por minério de ferro e o mercado transoceânico", afirmou a mineradora no documento que acompanha o seu demonstrativo financeiro.

Já as vendas para a Ásia somaram 51,455 milhões de toneladas, o correspondente a 66,9% das vendas totais da Vale no período. Na relação anual houve um aumento de 11,9%. Em relação ao primeiro trimestre do ano o volume cresceu 18,5%.

Ainda entre as participações, as vendas de minério destinadas ao Brasil respondeu por 12% do total, Japão 8,8% e Alemanha 6%.

As vendas totais da Vale de minério de ferro no intervalo de abril a junho apresentaram alta de 6,6% na relação anual e de 13,3% ante os três primeiros meses do ano. 

Tudo o que sabemos sobre:
Valelucrobalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.