Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

China expandirá acordos externos em yuans para todo o país em 2011

Atualmente os acordos experimentais são permitidos em 20 províncias e municipalidades

Danielle Chaves, da Agência Estado,

26 de abril de 2011 | 09h43

O Banco do Povo da China (PBOC, o banco central do país) vai expandir para toda a nação os testes com acordos comerciais internacionais fechados em yuan, informou o Securities Times em seu site. O jornal citou Li Bo, diretor do segundo departamento de política monetária do PBOC. Atualmente os acordos experimentais são permitidos em 20 províncias e municipalidades e o PBOC pretende torná-los nacionais neste ano.

As transações que estão sendo testadas permitem que companhias chinesas usem o yuan para fechar acordos de investimentos diretos no exterior. O PBOC lançou o programa piloto para investimentos em yuans no exterior em janeiro, em mais um passo significativo para liberalizar a conta de capital do país e internacionalizar a moeda.

À agência de notícias Xinhua, Li afirmou que o PBOC e outras autoridades estão trabalhando juntos para administrar a dívida externa denominada na divisa local. Li também disse que o banco central vai permitir que mais bancos comerciais estrangeiros entrem no mercado interbancário doméstico. O PBOC também vai assinar mais acordos de swap de moedas com outros países, segundo Li.

Os bancos chineses realizaram um total de 506,3 bilhões de yuans (US$ 77,5 bilhões) em acordos comerciais denominados na moeda local no ano passado, segundo dados do PBOC. Na semana passada a Xinhua afirmou que no primeiro trimestre deste ano foram fechados 360,3 bilhões de yuans em acordos internacionais na divisa local. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaPBOCyuan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.