China pode elevar juros no 1º trimestre deste ano, diz consultor do PBOC

Consultor disse também que prevê uma expansão de 9,5% no PIB da China neste ano e inflação de 3,5%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

18 de janeiro de 2011 | 10h33

A China pode elevar as taxas de juros no primeiro trimestre deste ano, à medida que transferir o seu foco da manutenção do crescimento econômico rápido para o combate à inflação, afirmou Li Daokui, consultor acadêmico do Banco do Povo da China (PBOC, banco central do país). Seria compreensível se a política monetária fosse ajustada frequentemente no primeiro trimestre, comentou Li, sem oferecer melhores detalhes.

O consultor disse também que prevê uma expansão de 9,5% no Produto Interno Bruto (PIB) da China neste ano e inflação de 3,5%. Segundo Li, um crescimento mais sustentável para a China neste ano seria de entre 8,5% e 9%.

Li afirmou estar mais preocupado com as pressões inflacionárias importadas, em razão do aumento dos preços dos recursos naturais. O consultor destacou uma possível alta nos preços do petróleo para US$ 100 ou até US$ 120 por barril em algum momento neste ano.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
juroChinaPBOC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.