China precisa fazer mais para yuan se valorizar, diz Casa Branca

O governo dos Estados Unidos informou que está revisando uma legislação que tem como alvo as políticas de taxa de juro chinesas

Agência Estado,

28 de setembro de 2011 | 17h23

A Casa Branca afirmou nesta quarta-feira que a China precisa fazer mais para permitir que o yuan se valorize. O governo dos Estados Unidos informou que está revisando uma legislação que tem como alvo as políticas de taxa de juro chinesas.

O secretário de imprensa da Casa Branca, Jay Carney, disse que a moeda chinesa está "substancialmente desvalorizada". O funcionário disse não saber quando a Casa Branca terminará de revisar a legislação sobre a taxa de câmbio.

O senador republicano Orrin Hatch pediu nesta quarta-feira que o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, e o representante de Comércio dos EUA, Ron Kirk, respondam até segunda-feira se a administração apoia essa revisão na legislação, que levaria os Departamentos de Comércio e Tesouro a usar as leis de comércio e agências internacionais para responder aos países que manipulam a cotação de suas moedas.

"Os senadores merecem saber as posições e visões da administração sobre este ponto da legislação, antes de conduzir quaisquer votações, para garantir um debate informado e significativo", disse Hatch em carta a Geithner e Kirk. Na segunda-feira, o Senado votará uma moção de procedimento sobre se discute a medida. Se o resultado desta votação for positivo, os congressistas devem então debater a legislação e possivelmente emendá-la.

As informações são da Dow Jones. (Gabriel Bueno)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.