China quer inovação industrial no combate à desaceleração da economia

Governo do país vai apoiar o setor por meio de empréstimos subsidiados

Renan Carreira, da Agência Estado,

30 de julho de 2012 | 11h53

PEQUIM - O gabinete da China destacou hoje a importância da inovação industrial em um momento de desaceleração do crescimento econômico.

As indústrias estão passando por transformações significativas, portanto as autoridades devem tomar medidas para ajudar as companhias a atualizar suas tecnologias e a conter o impacto remanescente da última crise financeira e o aumento das atuais pressões econômicas de baixa, disse o Conselho Estatal, que é o gabinete chinês, em um comunicado no site do governo.

O governo central vai apoiar a inovação em indústrias importantes por meio de empréstimos subsidiados, afirmou o Conselho Estatal. O governo também seguirá adiante com as diretrizes para o melhor uso do capital privado por meio do lançamento e monitoramento de projetos em ferrovias e nos setores públicos e de energia.

O governo anunciou recentemente diretrizes para que o capital privado tenha acesso a setores tradicionalmente dominados pelo Estado, como de infraestrutura e energia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.