China Steel adquire 2,5% de mineradora australiana

A empresa taiwanesa China Steel Corp. concordou nesta sexta-feira em comprar 2,5% de parte do projeto Roy Hill de minério de ferro no oeste da Austrália, de propriedade da coreana Posco por US$ 317,3 milhões. A maior fabricante de aço de Taiwan passa agora a ter acesso a um dos maiores projetos de mineração da Austrália.

PATRÍCIA BRAGA, Agencia Estado

27 de abril de 2012 | 14h44

A China Steel passou a fazer parte do consórcio da Posco, da japonesa Marubeni Corp. e da STX Corp. no final de março, após concordar com a compra de 30% do projeto Roy Hill da Hancock Prospecting. A Posco confirmou a venda para a China Steel. "Continuamos a ver oportunidades para a aquisição de minas de minério de ferro e carvão, provavelmente também na Austrália", afirmou o vice-presidente da China Steel, Steve Lee.

O acordo ainda está sujeito à aprovação dos governos da Austrália e de Taiwan.

A China Steel também informou nesta sexta-feira que suas perdas líquidas nos primeiros três meses do ano foram de NT$ 712,2 milhões de novos dólares taiwaneses em relação ao lucro líquido de NT$ 6,68 bilhões de novos dólares taiwaneses no mesmo período do ano passado.

A receita da empresa no primeiro trimestre do ano caiu 5,1%, para NT$ 53,61 bilhões de novos dólares taiwaneses de NT$ 56,51 bilhões no mesmo período do ano passado. A empresa não forneceu razões para suas perdas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
China SteelPoscoparticipação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.