China vê expansão de mais de 9% e inflação de 5,5% em 2011, diz jornal

Previsão foi feita pelo ministro do Comércio da China, Chen Deming, a um jornal local; em 2010, o PIB da China cresceu 10,4% e o índice de preços ao consumidor ficou em 3,3%

Agência Estado,

28 de novembro de 2011 | 22h34

O ministro do Comércio da China, Chen Deming, disse que o crescimento da economia de seu país deve permanecer acima dos 9% neste ano, enquanto o índice de preços ao consumidor pode se elevar a algo em torno de 5,5%, informa o China Securities Journal em sua edição desta terça-feira. Em 2010, o PIB da China cresceu 10,4% e o índice de preços ao consumidor ficou em 3,3%.

Segundo Chen, o crescimento da economia chinesa poderá se desacelerar mais em 2012, já que a economia global vem se recuperando lentamente e está diante de maiores pressões negativas. As pressões inflacionárias, porém, podem permanecer no ano que vem, por causa da alta dos custos da mão de obra e do excesso de liquidez no mercado mundial.

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.