Chinesa Baosteel eleva preços do aço acima do esperado

A Baosteel elevou os preços de seusprincipais produtos siderúrgicos para o segundo trimestre acimado esperado, entre 17 e 20 por cento. O movimento, divulgadonesta segunda-feira, puxou para cima as ações da empresa, jáque analistas disseram que as margens de lucros da companhiaaumentarão apesar dos maiores custos de matérias-primas. A Baosteel, maior fabricante de aço da China, informou queelevará o preço da bobina laminada a quente em 20 por cento, ou800 iuans (112 dólares), para 4.842 iuans a tonelada a partirdo primeiro trimestre. O custo da bobina laminada a frioaumentará em 800 iuans, para 5.596 iuans a tonelada. O aumento superou a previsão do mercado de alta de 12 a 17por cento nos preços e mostra, segundo analistas, a confiançada siderúrgica na forte demanda doméstica. As ações da Baosteel encerraram em alta de 0,28 por cento,a 17,67 iuans, depois de atingirem 17,20 iuans antes doanúncio. "As principais siderúrgicas chinesas, após terem asseguradouma oferta estável de matérias-primas, irão consolidar avantagem de mercado, elevando preços para contrabalançar oimpacto dos crescentes custos de produção e para ter lucrosmaiores", disse o analista do Macquarie Bank Henry Liu. Na semana passada, a Baosteel chegou a um acordo com a Vale em nome das siderúrgicas chinesas para um aumento de 65 porcento no preço do minério de ferro fornecido pela brasileira. (Por Alfred Cang)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.