Chinesa Lenovo supera HP na venda de PCs

A chinesa Lenovo superou a norte-americana Hewllet-Packard como a maior vendedora de computadores pessoais do mundo, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 10, pela consultoria International Data Corporation (IDC). Foram vendidos 75,63 milhões de computadores em todo o mundo no segundo trimestre deste ano, uma queda de 11,4% na comparação com o mesmo período de 2012.

Agencia Estado

10 de julho de 2013 | 19h28

Desse total, a Lenovo respondeu por 12,62 milhões de unidades (16,69%), enquanto a HP vendeu 12,38 milhões de computadores (16,38%). Na sequência aparecem Dell (9,23 milhões, ou 12,21%), Acer Group (6,23 milhões, ou 8,24%) e ASUS (4,59 milhões, ou 6,07%).

"No segundo trimestre a Lenovo continuou a obter ganhos impressionantes fora da região Ásia/Pacífico - excluindo Japão. Entretanto, as dificuldades na China continuaram a afetar seu mercado doméstico significativamente", diz a IDC.

Outra consultoria, a Gartner Inc também deu a liderança do mercado para a Lenovo. Segundo os dados da companhia, foram vendidos 76 milhões de computadores pessoais no segundo trimestre. A Lenovo vendeu 12,68 milhões de unidades (16,68%), enquanto a HP ficou com 12,40 milhões (16,32%). Nas contas da Gartner, as vendas globais tiveram queda anual de 10,9% no segundo trimestre.

"Mesmo em meio às condições mais difíceis já vistas no mercado de computadores pessoais, a Lenovo não somente ganhou participação, mas temos melhorado solidamente a rentabilidade e introduzido ainda mais produtos inovadores para todos os segmentos", disse em comunicado o chairman e executivo-chefe da Lenovo, Yang Yuanqing.

Tudo o que sabemos sobre:
PCsLenovo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.